português

A cantora carioca Andréa Dutra sempre andou bem à vontade por vários estilos. Foi vocalista de Tim Maia, cantou com Sandra de Sá, Mart’nália, Danilo Caymmi, Dona Ivone Lara e Seu Jorge. Reza a lenda que ela foi a primeira mulher puxadora de samba do bloco Suvaco do Cristo, nos anos 90. No Ano do Brasil na França, cantou brazilian jazz no Palácio de Versailles.

Pelo seu primeiro disco, Andréa Dutra, foi indicada ao Prêmio Sharp. A música Disseram, composta e interpretada por ela, foi pré-indicada ao Grammy latino de melhor música, pelo álbum Soul of Brazil, do selo americano You Records.

Desde 2001 integra o Arranco de Varsóvia, com o qual gravou Na cadência do samba, Prêmio Tim de Melhor Grupo de Samba de 2006. Em 2010, o grupo lançou, pelo Canal Brasil e Mills Records, seu quinto CD e primeiro DVD: Pãozinho de Açúcar – Arranco de Varsóvia canta Martinho da Vila, com participações de Nelson Sargento e do próprio Martinho.  Em 2014, o Arranco lançou o CD Na panela pra dançar, pela Mills Records.

Em 2007, Andréa lançou o CD O amor de uns tempos pra cá, em duo com Marcus Nabuco, pelo SalaDeSom Records, com canções de amor contemporâneo. A faixa A linha e o linho, de Gilberto Gil, integrou a trilha do remake de Tititi, novela das 19h da TV Globo.

Andrea tem apresentado seu trabalho em todo o circuito do Rio, em teatros e casas de show como Café Pequeno, Rio Scenarium, Carioca da Gema, CCC, Sala Baden Powell, Semente, Beco das Garrafas, Democráticos e Teatro Rival e já cantou ao lado do Casuarina, do Sururu na Roda, de Dani Spielman e Mario Séve, de Áurea Martins, de Osmar Milito, do Tira Poeira, do Choro na Feira, de Moyseis Marques, Teresa Cristina, Nilze Carvalho, Dorina, e da Orquestra Lunar. Andrea é a diretora musical e produtora do festival A Influência do jazz, que reuniu cantores de MPB influenciados pelo jazz.

Cantou standards de jazz e brazilian jazz, com seu Andrea Dutra Quarteto, durante cinco anos, nas tardes de sábado da Modern Sound, onde fez mais de 250 shows. Com o Quarteto gravou o CD Quarteto Moderno, com jazz standards e sucessos da MPB, em 2003.

Em 2013 lançou o CD Jamba, pela Mills Records, com composições próprias e regravações, sempre na praia de brazilian jazz. Em 2014, Andrea representou o Brasil no Midem Festival, em Cannes. Ainda em 2014, Andrea revisitou o show Black Museu Brasileiro, 15 anos depois, em temporada de três meses no Semente, Lapa.

Em 2015, levou o show Elton e parceiros para Belo Horizonte, trabalhou o show Brazilian Jazz no circuito carioca e prepara um novo CD para ser lançado ainda este ano.

logo novo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s